Bate-Pronto #11: Hamilton massacra em casa e cresce com drama da Ferrari

1

O GP da Inglaterra não poderia ter sido melhor para a Mercedes. Lewis Hamilton impôs um verdadeiro massacre em Silverstone, Valtteri Bottas fez competitiva corrida de recuperação e a equipe pôde estabelecer mais uma dobradinha na F1.

Acompanhe o PROJETO MOTOR na redes sociais: Twitter | Facebook | YouTube

De quebra, o drama vivido pela Ferrari proporcionou um resultado praticamente perfeito para a equipe alemã. Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen sofreram furos de pneus nas voltas finais, o que derrubou o alemão para sétimo e fez com que a diferença no campeonato caísse de 20 para apenas um ponto.

O que o GP da Inglaterra nos mostrou sobre a disputa pelo título? Como a F1 completou a sua primeira metade da temporada de 2017? E o que dá para esperar de agora em diante?

É o que analisamos no Bate-Pronto #10! Assista ao vídeo e deixe seu comentário!

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • Bravo Rezende

    Como torcedor de Vettel, me recuso a comentar esta corrida que descrevo como “o apocalipse”… impressionante a incompetência da Ferrari. Ao ver o presidente da Ferrari abertamente dizer que Vettel renova quando quiser, só dependendo dele (o que não aconteceu até este momento) somando a decisão e ao forte boato que a Mercedes teria desde o início do ano pré-contrato assinado com Seb e toda essa coisa que envolve o contrato de Bottas, que parece não ter a preferência por parte da Mercedes como marca… muitos dizem que a Mercedes espera a decisão de Seb para, depois, só assim, assinar ou não com Bottas. O que os rapazes acham… Além de nós estarmos correndo o risco de ver um domínio completo e chato da Mercedes para o restante da temporada, vocês julgam que Sebastian irá continuar investindo esperanças e forças na pedante Ferrari? Forte abraço!