Bate-Pronto #5 comenta vitória de Hamilton em corrida eletrizante na Espanha

6

Lewis Hamilton levou a melhor em uma corrida de tirar o fôlego na Espanha, a quinta etapa da temporada de 2017 da F1. O inglês superou Sebastian Vettel em um duelo eletrizante para encostar na liderança do campeonato, já que está a apenas seis pontos do alemão na tabela.

Acompanhe o PROJETO MOTOR na redes sociais: Twitter | Facebook | YouTube

Não faltaram momentos interessantes na corrida, seja dentro ou fora da pista. A disputa tensa pela ponta da corrida, os incidentes na pista e a emocionante história do pequeno garoto fã da Ferrari marcaram o domingo em Barcelona.

Analisamos o GP da Espanha de 2017 na edição #5 do Bate-Pronto!

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • Dox

    A corrida foi boa?
    Teria sido melhor com o Verstappen correndo.
    Se andasse bem, os motores Renault talvez não estariam sendo criticados.
    Teria sido melhor com o Kimi na pista do que o moleque chorando.
    Seria um elemento mais rico no contexto da corrida.
    Teria sido melhor com Vettel e Hamilton livres para disputar a vitória.
    Ambos estavam muito rápidos, fazendo a corrida em 1h35 contra 1h41 dos últimos 3 eventos.
    Colocaram uma volta em 7 concorrentes, 2 voltas em 6 e Ricciardo não tomou volta por 7s.
    Hamilton não teve que ultrapassar o australiano, não sofreu com Bottas, fez pit em VSC e passou Vettel no pneu.
    Com a presença dos 3 carros de ponta que se foram, Wehrlein não pontuaria, nem STRs, sem muita festa na Force India, mas Stroll manteria a disputada última posição com Palmer.
    Não estou contestando o resultado, pois carreras son carreras … só estou justificando a pergunta.

  • Bravo Rezende

    Se a Ferrari quer ser campeã com Vettel, tem que parar de errar e jogar com a dupla. Sebatian está pilotando de forma a registrar cenas épicas visando o campeonato enquanto tem de encarar a dupla da Mercedes se ajudando. Há claro jogo de equipe de Bottas e funcionou muito bem nesta última corrida… só não foi mais determinante porque Seb é gênio e deu um literal olé no Filandês. Já começo a entender a assinatura de Sebastian do tal pré-contrato para 2018 com a Mercedes… a italianada se mostra despreparada para uma briga pelo título tanto em estratégia, quanto nas trocas de pneu. Na briga homem a homem dentro da pista e que independe de estratégia 1 X 0 para o Vettel. Quando ao comentário do Bruno sobre a ultrapassagem do Hammilton… “fala sério, Bruno”… apertar o Botão para abrir a asa e colocar o carro para o lado não mostra atitude de campeão, mas evidencia o erro da Ferrari na estratégia de troca de pneus. Ótima corrida! Fantástica!

    • Hahaha, não seja tão amargo, Bravo. 😄

      De fato, a ultrapassagem do Hamilton não foi aquela que mais exigiu esforço, já que o DRS facilitou e muito a sua vida. Mesmo assim, ele precisou mostrar atitude para perseguir o Vettel e despachá-lo rápido, porque, se demorasse um pouco mais, seus pneus ficariam mais gastos (especialmente por pegar a turbulência de um outro carro). Aí as possibilidades de vitória ficariam bem menores.

      Valeu pelo ótimo comentário de sempre! Abraços

      • Bravo Rezende

        Não foi intenção ser amargo, mas é que com F1 não consigo ser imparcial, sou sempre muitíssimo passional… isso desde a época do Piquet. Difícil esta última corrida para um torcedor do Vettel. Parecia um daqueles jogos de futebol onde um time ataca o tempo inteiro e joga bonito (Vettel), e daí, do nada, o outro em um único ataque resolve a partida (Hammilton). Mas é isso… o time que ganha é o que faz o gol e não o que joga bonito. O que importa é que a temporada tem sido fantástica. Forte abraço!

  • Luigi G. Peceguini

    Massa pra variar atrapalhando o Vettel…