De jovens promessas a “estreantes vovôs”: o esquadrão brasileiro em Le Mans

2

* Atualizado no dia 15/06/2017

O Brasil participará em peso da edição de 2017 das 24 Horas de Le Mans. Ao todo serão oito representantes do país na disputa, o que forma o maior esquadrão tupiniquim da história da tradicional prova de longa duração.

Acompanhe o PROJETO MOTOR na redes sociais: Twitter | Facebook | YouTube

E há pilotos de todos os perfis na lista de inscritos. Há aqueles com maior bagagem em La Sarthe, outros que tentam ganhar espaço no cenário do endurance e até mesmo dois “vovôs” do automobilismo que fazem sua estreia na prova.

Ao todo, são quatro brasileiros na LMP2, quatro na LMGTE Pro e um na LMTE Am. Pela primeira vez desde 2012, o Brasil não contará com representantes na classe principal, a LMP1.

SITE

Vamos aos nomes!

LMP2, o refúgio dos brasileiros ex-F1

Rebellion

Algumas antigas promessas brasileiras da F1 desta última década encontraram refúgio na LMP2, classe composta exclusivamente por protótipos de equipes independentes. E, curiosamente, dois deles estão na mesma equipe, a Rebellion, que em 2017 deixou a LMP1 e desceu de classe para usar um Oreca 07.

Bruno Senna integra o time do protótipo #31, ao lado dos franceses Nicolas Prost e Julien Canal. Ele, que competiu na F1 entre 2010 e 2012, pela HRT, Renault e Williams, viu no WEC uma boa alternativa para seguir competindo em alto nível.

Sua primeira temporada no certame foi em 2013, na classe LMGTE Pro, pela Aston Martin. De lá para cá, migrou pela Fórmula E e por corridas de turismo, até voltar ao WEC em tempo integral no ano passado, pela LMP2, com a equipe mexicana RGR Sport.

Nelsinho Piquet ocupa o outro protótipo da Rebellion, o #13, com o suíço Mathias Beche e o dinamarquês David Heinemeier Hansson – cuja participação nas pistas é por hobby, já que atua no ramo da programação de computadores em seu país.

Nelsinho

Piquet deixou a F1 em 2009 em situação bastante conhecida por todos. Ele tentou carreira no universo da Nascar, entre 2010 e 2013, além de participar de provas esporádicas em diversas categorias – como Blancpain Sprint Series, RallyCross, Stock Car e Indy Lights. Mas foi na Fórmula E que conseguiu reencontrar o sucesso, sobretudo com o título da temporada inaugural da categoria, em 2014/2015.

Antigo membro da F-Renault 3.5, GP2 e Indy Lights, André Negrão corre pela Signatech Alpine desde a segunda etapa do WEC, nas 6 Horas de Spa-Francorchamps. Assim, o paulista de 24 anos (faz 25 justamente no dia das 24 Horas de Le Mans) fará sua estreia na corrida de La Sarthe.

Mas o grande destaque para o público é Rubens Barrichello. Piloto com mais largadas na F1 e mais velho do grid da Stock Car, o veterano passa por uma situação inusitada: ele teve de passar por todos os processos obrigatórios aos estreantes de Le Mans e, ainda por cima, é o caçula de sua equipe.

NEderland

Barrichello irá compor o trio do Dallara P217 do bravo guerreiro Team Nederland, ao lado do ex-F1 Jan Lammers, de 61 anos, e de Frits van Eerd, 49, dono de uma famosa rede de supermercados holandesa e piloto nas horas vagas.

Lammers é conhecido de longa data do brasileiro, já que foi ele que deu o primeiro teste a um jovem Rubinho em seus tempos de F-Opel, em 1990. Por mais que se trate de uma experiência nova, Barrichello já realizou provas de longa duração no passado, como as 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring.

BRUNO SENNA
Senna
Data de nascimento:
15/10/1983 (33 anos)
Categorias anteriores:
GP2, F1, Fórmula E, Blancpain Endurance Series
Equipe:
Vaillante Rebellion (LMP2)
Carro: Oreca 07 #31
Companheiros: Nicolas Prost (FRA) e Julien Canal (FRA)

NELSINHO PIQUET
Piquet
Data de nascimento:
25/07/1985 (31 anos)
Categorias anteriores:
GP2, F1, Nascar Truck Series, Fórmula E (atual)
Equipe:
Vaillante Rebellion (LMP2)
Carro: Oreca 07 #13
Companheiros: Mathias Beche (SUI) e David Heinemeier Hansson (DIN)

ANDRÉ NEGRÃO
Negrão
Data de nascimento:
17/06/1992 (24 anos)
Categorias anteriores:
F-Renault 3.5, GP2, Indy Lights
Equipe:
Signatech Alpine (LMP2)
Carro: Alpine A470 #35
Companheiros: Nelson Panciatici (FRA) e Pierre Ragues (FRA)

RUBENS BARRICHELLO
Barrichello
Data de nascimento:
23/05/1972 (45 anos)
Categorias anteriores:
F1, Indy, Stock Car (atual)
Equipe:
Team Nederland (LMP2)
Carro: Dallara P217 #29
Companheiros: Jan Lammers (HOL) e Frits van Eerd (HOL)

LMGTE também com força máxima

A edição de 2017 das 24 Horas de Le Mans também marcará a estreia de outro veterano do automobilismo na prova. Tony Kanaan, 42 anos, arrumou sua vaga em cima da hora, e, coincidentemente, debutará na companhia de seu velho amigo Barrichello.

O campeão da Indy de 2004 e das 500 Milhas de Indianápolis de 2013 foi convocado pela Chip Ganassi Ford para substituir Sébastien Bourdais, que se lesionou feio durante os treinos classificatórios da Indy 500 deste ano.

Pelo fato de o convite ter pintado aos 45 do segundo tempo, Kanaan não teve a oportunidade de guiar no Circuit de La Sarthe e nem de experimentar o Ford GT #68 que dividirá com os tarimbados Dirk Muller e Joey Hand. No entanto, será mais uma prova de longa duração para o baiano, que tem relativa experiência nas 24 Horas de Daytona e nas 12 Horas de Sebring.

Ford GT

O mundo do endurance, porém, olhará com atenção a participação de outro brasileiro. Também com um Ford GT da Chip Ganassi, Pipo Derani busca ganhar a “tríplice coroa” das provas de resistência, já que vem de triunfos nas 24 Horas de Daytona e nas 12 Horas de Sebring.

Derani, de 23 anos, vem ganhando espaço em provas na modalidade, sobretudo quando brilhou durante a conquista em Daytona no ano passado. Com os ingleses Andy Priaulx e Harry Tincknell no #67, o piloto comanda a tabela de pontos na LMGTE Pro e se posiciona como um dos favoritos a vencer na classe.

Por fim, mais dois brasileiros da mesma safra completam o esquadrão nos GTs. Daniel Serra está confirmado no Aston Martin #97 ao lado de Darren Turner e Jonathan Adam. O piloto da Stock Car, que competiu na  temporada inaugural da F-Renault Brasil, encerra em La Sarthe o seu programa oficial na LMGTE, que englobou as três primeiras provas da temporada do WEC.

E, finalmente, Fernando Rees volta à classe LMGTE Am pela Larbre Compétition. Outro egresso da F-Renault Brasil de 2002, Rees está fora da temporada regular do WEC, mas fará atuação especial em La Sarthe com um Corvette C7.R. Contudo, não estranhe ao ver a lista oficial de pilotos da prova: Rees, nascido em São Paulo, correrá em Le Mans com inscrição canadense.

Atualização: Originalmente, o Brasil também teria Lucas di Grassi, que competiria na classe LMGTE Pro com uma Ferrari 488, ao lado de James Calado e Alessandro Pier Guidi. No entanto, o paulista foi cortado do evento em cima da hora, já que lesionou seu tornozelo e precisará passar por uma cirurgia.

TONY KANAAN
Kanaan
Data de nascimento:
31/12/1974 (42 anos)
Categorias anteriores:
Indy Lights, Indy (atual)
Equipe:
Chip Ganassi Ford (LMGTE Pro)
Carro: Ford GT #68
Companheiros: Joey Hand (EUA) e Dirk Muller (ALE)

PIPO DERANI
Derani
Data de nascimento:
12/10/1993 (23 anos)
Categorias anteriores:
F3 Europeia, IMSA
Equipe:
Chip Ganassi Ford (LMGTE Pro)
Carro: Ford GT #67
Companheiros: Andy Priaulx (ING) e Harry Tincknell (ING)

DANIEL SERRA

SerraData de nascimento: 24/03/1984 (33 anos)
Categorias anteriores:
F-Renault Brasil, GT Brasil, Stock Car (atual)
Equipe:
Aston Martin (LMGTE Pro)
Carro: Aston Martin Vantage GTE #97
Companheiros: Darren Turner (ING) e Jonathan Adam (ING)

FERNANDO REES
Rees
Data de nascimento:
04/01/1985 (32 anos)
Categorias anteriores:
F-Renault Brasil, F3 Sul-Americana, Le Mans Series
Equipe:
Larbre Compétition (LMGTE Am)
Carro: Chevrolet Corvette C7.R
Companheiros: Romain Brandella (FRA) e Christian Philippon (FRA)

DEBATE MOTOR #78 – Qual o formato ideal para o calendário da F1?

 Comunicar Erro

Bruno Ferreira

Sempre gostou de automobilismo e assiste às corridas desde que era criança. A paixão atingiu outro patamar quando viu – e ouviu – um carro de F1 ao vivo pela primeira vez. Depois disso, o gosto pelas corridas acabou se transformando em profissão. Iniciou sua trajetória como jornalista especializado em automobilismo em 2010, no mesmo ano em que se formou, quando publicou seu primeiro texto no site Tazio. De lá para cá, cobriu GPs de F1 no Brasil e no exterior, incluindo duas decisões de título (2011 e 2012), além de provas de categorias como Indy, WEC, WTCC e Stock Car.

  • MPeters

    Só uma correção, o Di Grassi confirmou que não participará das 24hs de Le Mans esse ano, ele fraturou o tornozelo jogando futebol e terá que passar por uma cirurgia.

    • Valeu, Peters! Nosso artigo foi publicado antes da notícia do corte do Lucas, mas, agora, já está atualizado. Abraços