Debate Motor #100: o que aconteceu com a formação de brasileiros para a F1?

1

Agora já é praticamente certo. Com a aposentadoria de Felipe Massa ao fim da temporada de 2017, o Brasil ficará, pela primeira vez em quase 50 anos, sem um representante na F1 no próximo campeonato.

A saída de Massa por si só já não é surpresa, pois se trata de um piloto com bastante tempo de estrada e que cumpriu seu papel na categoria. A questão é que o país não conta com nenhum outro piloto nas divisões de acesso perto da F1.

Acompanhe o PROJETO MOTOR na redes sociais: Twitter | Facebook | YouTube 

Como que o Brasil, antigo celeiro de talentos, chegou a esse ponto de não contar com mais ninguém nos arredores da F1? O que de fato aconteceu?

Este é o assunto do Debate Motor #100. Nesta edição especial, analisamos, com a ajuda do jornalista Luiz Alberto Pandini, a primeira parte desta questão, fazendo um apanhado histórico sobre a formação de pilotos no Brasil. Confira!

 

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • Douglas Pacheco

    Cara, o Barrichello teve uma chance de ficar na frente do Schumacher quando ele fez a pole na Austrália em 2002. Porém ele fechou o outro Schumacher e ele bateu, acabando com a chance dele.