Debate Motor #104: você escolhe o tema de automobilismo da conversa

7

O Debate Motor, programa que é transmitido AO VIVO todas as semanas no canal do YouTube do Projeto Motor, terá sua última edição de 2017 nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília). Antes de sair de férias, resolvemos atender um velho pedido de nossos espectadores e fãs de automobilismo: tema livre.

Fique ligado em nossas redes sociais: 
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
Youtube – Projeto Motor

Na edição 104, a equipe do site estará à disposição da nossa comunidade para respondermos, debatermos e conversarmos sobre qualquer tema, ligado ao automobilismo, claro. Vale discussão sobre F1, Indy, F-E, entre outras categorias, mercado de pilotos, motores, discussão sobre regulamentos, história (a gente sempre gosta), opinião sobre a temporada, e por aí vai. O espectador é que manda!

A ideia é que você já envie suas perguntas e sugestões de assuntos aqui pela caixa de comentários do site, ou por nossas redes sociais, e acompanhe a transmissão AO VIVO, participando do bate-papo.

Lembrando que novos temas e perguntas também poderão surgir durante o programa, através do chat do YouTube ou pelo nosso perfil no Twitter. Tentaremos ao máximo, sempre dentro dos conceitos editoriais do Projeto Motor de observações embasadas e sem chutes, responder as questões e tirar qualquer dúvida.

Então, não perca! Nesta quinta-feira (07/12), o Debate Motor será transmitido AO VIVO respondendo as suas perguntas e dúvidas sobre o automobilismo. Não esqueça de se inscrever no nosso canal no Youtube e clicar no sininho para receber as notificações de novos vídeos para ser avisado sempre que entrar novidades. Você também pode assistir aos programas sobre automobilismo de nossa página no vídeo que será incluído no alto deste texto momentos antes de irmos ao ar.

E sempre bom lembrar que o Debate Motor entra em férias, mas o Projeto Motor continua a todo vapor neste final de ano, com novos textos no site e vídeos no YouTube. Por isso, siga ligado!

PS: se você não poder assistir ao vivo ou perder o programa, lembre-se que os programas ficam sempre disponíveis no nosso canal e aqui no site para poderem ser vistos a qualquer momento. Não deixe, mesmo depois, de nos mandar perguntas e sugestões, que sempre tentamos responder ao máximo nossos leitores.

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • João Vicente Nascimento Lins

    Como sugestão para o ano que vem sugiro o retorno fixo do Berredo e do Leonardo Félix.

    • Lucas Santochi

      @joovicentenascimentolins:disqus, infelizmente o Berredo não faz parte mais da equipe do site e está em outros rumos de sua carreira profissional, fora do jornalismo especializado. Ele continua um grande amigo dos integrantes do Projeto Motor e um grande conhecedor do automobilismo, por isso, deve participar esporadicamente, porém, não retornará como membro fixo. Já o o Leonardo Félix é jornalista do UOL Carros e segue sendo nosso amigo e parceiro, participando de forma até bastante assídua de nossos programas como convidado, no entanto, suas obrigações no portal que o emprega não permitem que ele seja integrante fixo. Abraço.

  • Pedro Ivo Faro

    E deixo aqui mais uma sugestão: a F1 enfim quebrou o protocolo conservador e colocou algumas inovações, como a entrada dos pilotos no “estilo boxe” em Austin, e a comemoração (um tanto forçada) do título do Hamilton no México, que teve um ponto legal da entrevista com o David Coulthard. Aí vem a pergunta: dessas inovações, o que foi acertado e o que foi um erro? E o que poderia haver, de interessante, pra o espetáculo se tornar mais atrativo?

  • Pedro Ivo Faro

    Um ponto importante levantado pelo colega abaixo é fato: como fica a situação do nosso país na F1? Não temos um representante imediato, Leiszt foi pra a Indy e o Sette Câmara, na melhor das hipóteses, estreia daqui a 2 ou 3 anos por uma nanica (se estrear numa média, será um feito pra se comemorar). E, além disso, o que pode mudar do ponto de vista da transmissão esportiva e do próprio interesse do torcedor médio brasileiro (não dos loucos pelo esporte como nós) sem um representante local no grid?

  • Piazzentini

    Fala galera, vocês acham que de uma certa forma, perdemos um bom piloto na formula 1 com a ida do Matheus Leist para a Indy? Ou a indy já estava precisando de piloto brasileiro novo? A equipe não é muito “Foyt” mas torço para dar certo por lá! Abraço excelente trabalho o de vcs!

  • Antonio Manoel

    Poxa, logo no dia em que eu não vou poder, hahahahah.
    Acho que pela proposta, essa edição pode ir ao ar sem edição (cortes) ein!

    Minhas questões para o programa (que verei depois, sem dúvidas!):

    1): Depois de mais uma ameaça (de várias) da Ferrari de sair da F1, será que deve-se levar a sério dessa vez? O que a F1 perderia com a saída da Ferrari e vice versa? E quais os possíveis ganhos?
    E o que a Formula 1 e a Liberty Media tem de fazer com as ameaças não só da Ferrari, mas também da Mercedes e da Red Bull?

    2) Com Massa confirmado para a Corrida de Duplas da Stock na abertura da temporada de 2018 e a possibilidade de nomes como Nelsinho Piquet, Augusto Farfus, Antonio Felix da Costa e até do próprio Felipe Massa mais futuramente (aparentemente, após uma carreira na Formula E) e uma nova Stock Light surgindo (sendo basicamente o Campeonato de Turismo já existente, mas com um nome melhor) com mais e mais nomes se direcionando pra lá, o que pode-se esperar da principal categoria do automobilismo brasileiro nos próximos cinco anos considerando a estrutura que temos no Brasil para o automobilismo, com todas as suas dificuldades e pouco apoio que temos hoje?

    3) E por falar de automobilismo, o que se esperar do suspense Leilão de Interlagos após os últimos episódios? Dá pra ter alguma confiança e quão grande é o risco de perdemos o Kartódromo Ayrton Senna ou até mesmo o autódromo inteiro?

    Sugestão:
    Entrevistem o Gianluca Petecof se possível e o Bruno Carneiro, outro nome brasileiro que surgiu recentemente no automobilismo internacional e talvez um debate nessa quinta sobre esses e outros jovens brasileiros, como os Fittipaldi (que merecem entrevista também) e o Sette Camara sobre o caminho que estão fazendo para o automobilismo mundial seja interessante…

  • Pedro Ivo Faro

    Então, galera…

    De todos os temas, sugiro alguns:

    1 – Afinal, o tal Halo foi uma boa ideia para a F1? Não seria melhor focar em outras coisas que tornariam o espetáculo mais atrativo primeiro (leia-se medidas para aumentar e facilitar ultrapassagens e pegas na pista)

    2 – A Sauber virar, agora mais do que nunca, uma “filial da Ferrari”, não seria uma transformação das equipes garagistas em meros times-satélite? De garagistas hoje temos só a Williams, já que a Force India parece tudo, menos uma empreitada pura e simplesmente para a velocidade como a casa do tio Frank.

    3 – No WEC, a saída da Porsche e a ausência da Audi não deixaram a categoria meio “broxante” na classe LMP1? Há todas as outras classes com grid cheio, mas a LMP1 vazia assim pode tirar parte da graça, né…

    4 – A existência da F-E não eliminaria tamanha necessidade da eletricidade e do ecologicamente correto na F1? Aliás, ela é uma categoria que o grande público parece não dar a mínima… seria uma boa uma discussão sobre o que pode ser feito para que ela se alavanque.

    5 – O novo chassis da Indy para 2018 ficou mais bonito. Mas será apenas um “carrinho bonito”? Ou será que pode trazer mais emoção e/ou diversão?

    São só algumas ideias. Espero que os colegas que comentarem acrescentem ainda mais coisas legais!!