Debate Motor #44 analisa: qual foi a “era” mais legal da história da F1?

7

A F1 é uma categoria que costuma passar por constantes – às vezes insistentes – mudanças de regulamento. Ao longo de 66 anos de existência foram diversos os tipos de carro e motorização utilizados pelo certame mais popular do automobilismo mundial.

Para 2017 a perspectiva é de nova alteração profunda, a fim de deixar os bólidos até cinco segundos mais velozes por volta em um circuito de média velocidade. Sendo assim, podemos dizer que o atual período de carros “turbo-híbridos” e com aerodinâmica restrita está chegando ao fim.

INSCREVA-SE em nosso canal no YouTube

Aproveitando o ensejo o Projeto Motor pergunta: qual foi a era mais legal da história da F1 até aqui? A das baratas com motor dianteiro? Os charutinhos de 1,5 litro dos anos 60? A da aerodinâmica incipiente da década de 70? Os carros-asa? A primeira era turbo? A era V10 de 3.000 cc?

É o que o comitê editorial analisou na 44ª edição do Debate Motor. Participe também e deixe seu comentário abaixo!

DMOTOR #43: Felipe Massa foi o melhor brasileiro não campeão da F1?

 Comunicar Erro

Modesto Gonçalves

Começou a acompanhar automobilismo de forma assídua em 1994, curioso com a comoção gerada pela morte de Ayrton Senna. Naquela época, tomou a errada decisão de torcer por Damon Hill em vez de Michael Schumacher, por achar mais legal a combinação da pintura da Williams com o capacete do britânico. Até hoje tem que responder a indagações constrangedoras sobre a estranha preferência. Cursou jornalismo pensando em atuar especificamente com automóveis e corridas, e vem cumprindo o objetivo: formado em 2010, foi consultor do site especializado Tazio de meados de 2011 até o fim de 2013; desde maio de 2015 compõe o comitê editorial do Projeto Motor.

  • MarcioD

    Este legal para mim representa algo muito bom, interessante, empolgante, emocionante de se ver.
    Isto portanto envolve aspectos objetivos e subjetivos.Para que aconteça uma corrida de carros 3 elementos são essenciais : os carros, os pilotos e as pistas, acredito que os 3 devem ser levados em consideração. Também são necessários regulamento, organização, segurança, logística etc. Para uma corrida ser legal ela tem de ter disputa de posição(o que inclui defesa), carros andando no limite, ultrapassagens, desempenho o mais semelhante possível entre os carros e se possível alternância de posições.
    Um campeonato legal é composto de corridas legais, com um nº razoável delas, com disputas de pista entre os protagonistas e não somente de pontos(como o atual) e que seja decidido somente nas 2 ultimas corridas.Uma era legal é composta de vários campeonatos legais.Competitividade é essencial, domínios (de carros e ou pilotos) são nocivos.
    Gosto de analisar a F-1 baseado em décadas e assim as eras seriam equivalentes ás décadas e usando o critério de eliminação usado por vocês descartaria de cara a década de 50 por não gostar do formato das baratinhas, dos pneus estreitos, da baixíssima segurança, do nº reduzido de corridas, das muitas mudanças de cilindrada,a possibilidade do piloto trocar de carro e por que foi uma década dominada por um pentacampeão(4 seguidos) e um bi(seguido), e havendo um outro que foi vice várias vezes ou seja baixa competitividade.
    A década de 60 foi competitiva com 3 pilotos sendo bi (não consecutivo), mas os carros continuam inseguros, as pistas( traçado legal) com barrancos, sem guard-rails, sem áreas de escape, com árvores, casas e pessoas próximas. O nº de GPs aumentou mas ainda são poucos. Não gosto muito da aparência dos charutos e os pneus ainda não atingiram uma largura razoável. Dois tipos de motores 1,5 l (ridículo) e 3l. Descarto
    Decada de 70 foi competitiva 3 pilotos sendo bi(não consecutivo), Carros bonitos e mais seguros, pneus mais largos , pistas mais seguras(Paul Ricard é modelo) que as de 60 e legais. Surgem os carros asa e os turbo Renault. Nº de GPs aumenta Aprovo
    Decada de 80 2 pilotos sendo tri(1 com bi consecutivo), pistas legais, era turbo, disputa de turbo x aspirado, várias arquiteturas de turbo, aspirado de 3,5l, carros belos. fibra de carbono, formato coca cola. Aprovo
    Decada de 90 3 pilotos sendo bi (todos consecutivos), surgimento do bico alto, grande influencia da eletrônica, downforce aumenta absurdamente, carro de “outro planeta”, pneu frisado. Interlagos volta mutilado, pistas descaracterizadas. Descarto
    Decada de 2000 1 piloto sendo penta(consecutivo) e um bi(consecutivo). O $$$ na F-1 aumenta absurdamente, montadoras, V-8 2,4, penduricalhos aerodinâmicos, Kers, mais tilkódromos, mais descaracterizações de pista, muita influencia de engenheiro no rádio. Descarto
    Decada de 2010 1 piloto sendo tetra( consecutivo) e outro caminhando para tri(consecutivo), artificialismo da asa móvel, Unidades de potencia com controle de consumo, limpa trilhos na frente do carro, asa traseira pequena, pneus de baixa durabilidade (contrassenso na época atual),
    excesso de GPs, choro no rádio.
    Escolho então as décadas de 70 e 80, mas levando-se em conta que o 1º titulo de um brasileiro foi em 72 e ultimo foi em 91, e esta é uma questão BEM legal, faço um deslocamento de 2 anos para cima e escolho o período de 20 anos compreendido entre 72 e 91 onde os brazucas levaram oito títulos na F-1, denominando-a “ERA DOS CAMPEÕES BRASILEIROS NA F-1″.
    Já que a F-1 está fazendo 67 anos ele ocupa uma posição aprox. no meio da tabela

    • Gabriel Pena Catabriga

      Cara muito foda sua análise, não existe outra palavra para descrever sua análise, simplesmente foda. Eu prefiro a década de 80, mas o período até 87, em 88 a McLaren destoou muito e a disputa ficou restrita a Senna e Prost, se Senna não tivesse sido impaciente e não tivesse forçado a ultrapassagem no retardatário em Monza eles teriam ganho todas as corridas de 88, algo nunca feito na F-1. Porém antes disso havia mais alternância de vencedores. Como comecei a assistir F-1 em 86, ao menos a parte que me lembro, considero este ano e 87 as melhores temporadas da F-1, com vitórias alternadas entre Senna, Prost, Mansell e Piquet, com Berger beliscando uma ou duas vitórias.

  • Gabriel Pena Catabriga

    Para mim a primeira era V-6 Turbo alias Bi-turbo, foi a melhor, inclusive acho que 86 foi o melhor campeonato da história. Só de ter Mansell, Senna, Prost, Piquet além de Keke Rosberg, Berger, Alan Jones e outros.

  • Pedro Zanon

    Sou muito novo pra dizer, mas o q é possui notar é q os carros de 2004 pra cá desandaram em termos de velocidade, talvez ano q vem finalmente veremos alguns recordes quebrados.

    • Pedro Zanon

      Ps: se puderem, respondem essa pergunta:
      Os V6 atuais não quebraram nenhum recorde de alguma pista até agora?

      • Gabriel Pena Catabriga

        Cara, se não me engano quebraram alguns esse ano! o Nico bateu o recorde do Schummy na Austria que durava desde 2003. Hamilton Registrou a pole mais Rápida no Bahrein, Hamilton anotou a Pole mais rápida do traçado novo de Silverstone. E só.

  • Alexandre Pereira Faustini

    Pra mim entre os anos 70 e a morte do Senna, que trouxe uma busca tão grande por segurança, que acabou descaracterizando a categoria, tornando as pistas inódinas e tirando o perigo e a emoção.