Debate Motor #51: Onde está o futuro das fabricantes no automobilismo?

1

O mundo do automobilismo foi pego de surpresa com a notícia de que a Audi, múltipla campeã das 24 Horas de Le Mans, deixará o Mundial de Endurance já na temporada de 2016. A fabricante alemã colocará as competições de longa duração de lado para voltar todo o seu foco à Fórmula E.

Aliás, a Audi não é a primeira marca a entrar com tudo no certame de carros elétricos. Nomes tradicionais como Renault e Jaguar já se dedicam à categoria, enquanto que BMW e Mercedes também demostraram suas intenções de uma mudança para lá no futuro.

Acompanhe o Projeto Motor nas redes:
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
YouTube – Projeto Motor

Qual será o futuro das fabricantes no automobilismo? A Fórmula E tende a ganhar ainda mais força? O Mundial de Endurance será cada vez mais deixado de lado? E como fica a F1 nessa discussão toda?

Este é o tema do Debate Motor #51. Assista e deixe sua opinião.

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • Dox

    Vejo na Formula-E, hoje, o melhor terreno para uma empresa se posicionar no mercado.
    No caso da VW, ela encontrou aí uma maneira de reverter a imagem que associaram à ela.
    Acredito que a sociedade vai antecipar as datas limites para migrar para os carros elétricos, se as montadoras pararem de enrolar para lançá-los.
    Pelo interesse chinês na categoria, poderemos vê-los bombar nesse “novo” setor.
    Em contrapartida, o que será do “mundo do petróleo”?
    Scheckter era fera e melhor que o Gilles.
    Ele e o Lauda eram os que mais preocupavam minha torcida pelo Emerson.