Debate Motor #56 analisa: Quais GPs não podem ficar de fora da F1?

7

Uma notícia de bastante relevância foi oficializada no início da semana: o GP da França está de volta ao calendário da F1. A prova será disputada no circuito de Paul Ricard a partir de 2018, em um contrato válido por pelo menos cinco anos.

Trata-se de uma das corridas de maior tradição da F1, já que o primeiro Grand Prix da história ocorreu justamente em solo francês, em 1906. A categoria retorna ao país após uma década de ausência.

Acompanhe o PROJETO MOTOR na redes sociais: Twitter | Facebook | YouTube

A novidade chama a atenção, especialmente em um calendário ocupado por diversas provas de pouca tradição, enquanto que outras, como Alemanha e Brasil, lutam a duras penas para permanecer.

É claro que sempre é importante a criação de etapas em novos mercados. Contudo, algumas corridas de grande tradição não podem ficar de fora. E quais são essas provas que são indispensáveis para a F1? Qual corrida não pode sair do calendário de jeito nenhum, e qual que já está fora deveria voltar?

Este é o tema do Debate Motor #56. Assista e deixe seu comentário.

Assista também – Debate Motor #55 faz o balanço final da temporada da F1 em 2016

 Comunicar Erro

Projeto Motor