Debate Motor #74 analisa o desafio da engenharia no automobilismo

3

O Debate Motor teve uma edição especial nesta quinta-feira (11): recebemos Robert Sattler, experiente engenheiro de corridas, com longa passagem pela F1 (incluindo mais de oito anos na Force India) e que atualmente está no DTM.

Acompanhe o PROJETO MOTOR na redes sociais: Twitter | Facebook | YouTube

O programa debateu os desafios da engenharia no automobilismo moderno, além de analisar as principais categorias do planeta do ponto de vista técnico. Assista e deixe seu comentário!

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • Kevin “Schãoantz!” (F.Lopes)

    Sobre a dificuldade de ultrapassar na F1 eu escuto esta conversa desde que o Senna era vivo! Será que tá tão ruim mesmo? Num passado recente antes do DRS um tal de Kobayashi fazia ultrapassagens a rodo, provando que quando quer, dá-se um jeito!
    Mas creio que poderia ser melhor, e uma saída seria trocar os discos de carbono por outro material um pouco menos eficiente que exija que os pilotos freiem antes, assim os mais audazes vão prevalecer por frear um pouco depois. Hoje o camarada vai buscar o freio na tomada da curva com volante esterçado, aí é broca meu!

  • Antonio Manoel

    Como não posso estar presente nesse horário para assistir ao vivo, deixo meu comentário na postagem do site mesmo.

    Falando mais sobre aerodinâmica, Mercedes, Ferrari e Red Bull usaram as polêmicas barbatanas para identificar os pilotos de seus carros, tendo o nome e/ou o número do piloto em questão nas peças, o que as deixou mais apresentáveis, ou menos feias para o público da categoria. Seria essa uma tentativa de manter um item importante para a aerodinâmica do carro, visto que Ross Brown falou que tem intenções de proibir por conta do seu visual?

    • Luigi G. Peceguini

      Infelizmente, já foram proibidas para 2018.