F1 fará corridas virtuais com pilotos e convidados

0

A F1 não quer ficar parada e promete uma nova forma de interação com seus fãs nas próximas semanas. Com cinco GPs adiados e dois cancelados por conta da pandemia do Covid-19, a categoria aposta no automobilismo virtual para se manter ativa.

A partir já do próximo domingo, para quando estava prevista a etapa do Bahrein, a F1 inicia uma série de GPs virtuais com a participação de pilotos do campeonato e outros convidados, usando a plataforma do jogo “F1 2019”, desenvolvido pela empresa Codemasters.

Fique ligado em nossas redes sociais: 
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
Youtube – Projeto Motor
Instagram – @projetomotor

Os competidores correrão de forma remota, em casa ou onde estiverem, e as provas serão transmitidas ao vivo pelos canais oficiais da F1 no Youtube, Twitch e Facebook. A provas terão objetivo apenas de entreter o público e não contarão pontos para o campeonato real. A primeira transmissão, que usará o circuito de Sakhir, acontece no próximo domingo, a partir das 17h do horário de Brasília.

Os eventos contarão com classificação para formação do grid de largada e a corrida logo em seguida. As provas terão 50% de sua duração normal, e assim se espera que a transmissão completa dure por volta de 1h30min. Cada uma delas irá acontecer nos domingos para que estavam marcados os GPs adiados ou cancelados.

Os carros estarão em modo de desempenho equivalente. Por conta do desnível de familiaridade dos pilotos com a ferramenta, as configurações de acerto serão também padrão e congeladas e os danos aos carros em acidentes serão reduzidos. Controles antibloqueio dos freios e de controle de tração serão opcionais.

A F1 ainda promete que nos finais de semana em que não aconteceriam corridas, irá promover outras competições virtuais com alguns pilotos e aberta ao público que queira participar. Em seu comunicado, ela explicou que deve anunciar mais detalhes deste outro evento nos próximos dias.

Outras categorias já estão promovendo eventos na mesma linha, como a Nascar, em parceria com a liga iRacing.


 Comunicar Erro

Lucas Santochi

Mais um fanático da gangue que criou vínculo com automobilismo desde a infância. Acampou diversas vezes nas calçadas ao redor de Interlagos para assistir aos GPs e nunca esqueceu a primeira vez que, ainda do lado de fora do autódromo, ouviu o barulho de F1 acelerando pela reta. Jornalista formado em 2004, passou por redações na época da TV Band e Abril, teve experiência na área de assessoria de comunicação esportiva até chegar ao site especializado em esporte a motor Tazio, em 2010. Passou pelas funções de redator, repórter (cobrindo diversas corridas no Brasil e exterior de F1, Indy, WEC, Stock Car, entre outras) e subeditor até o final de 2013, quando o veículo encerrou suas atividades. Trabalhou ainda como redator do UOL Esporte em 2014 até que decidiu se juntar com os outros três membros do Projeto Motor para investir na iniciativa.