Giro Rápido #3: Por que a situação de Sainz expõe cenário incomum na Red Bull

0

A situação de Carlos Sainz para a definição de seu futuro na F1 expõe um cenário incomum na Red Bull desde que a marca de bebidas energéticas entrou na categoria com uma equipe própria.

Acompanhe o PROJETO MOTOR na redes sociais: Twitter | Facebook | YouTube

No início do mês, o piloto espanhol disse que, caso não receba uma chance de ser promovido à Red Bull, gostaria de deixar a Toro Rosso e procurar por uma vaga em outra equipe. Ele chegou a se retratar pela declaração, mas a saia justa criada mostrou que Christian Horner e Helmut Marko têm de lidar com uma situação inédita.

O que isso representa para a Red Bull? Como fica o papel da Toro Rosso nessa situação? E quais são as alternativas? Analisamos tudo na edição #3 do Giro Rápido! Assista ao vídeo, deixe seu comentário e não se esqueça de se inscrever em nosso canal no YouTube.

 Comunicar Erro

Bruno Ferreira

Sempre gostou de automobilismo e assiste às corridas desde que era criança. A paixão atingiu outro patamar quando viu – e ouviu – um carro de F1 ao vivo pela primeira vez. Depois disso, o gosto pelas corridas acabou se transformando em profissão. Iniciou sua trajetória como jornalista especializado em automobilismo em 2010, no mesmo ano em que se formou, quando publicou seu primeiro texto no site Tazio. De lá para cá, cobriu GPs de F1 no Brasil e no exterior, incluindo duas decisões de título (2011 e 2012), além de provas de categorias como Indy, WEC, WTCC e Stock Car.