Alfa Romeo fecha apresentações de 2020 com seu C39; siga os lançamentos

0

A F1 deu início à época de lançamentos dos novos carros para a temporada de 2020.

Durante o mês de fevereiro, as equipes apresentarão seus modelos para a nova campanha, o que sempre atiça a curiosidade do público mundo afora para ver como que cada integrante do grid se preparou para o campeonato.

Fique ligado em nossas redes sociais: 
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
Youtube – Projeto Motor
Instagram – @projetomotor

Os lançamentos já começaram e vão até o início dos testes de pré-temporada, no dia 19. Os testes acontecem em duas baterias: entre 19 e 21 de fevereiro, e entre 26 e 28 do mesmo mês.

Esta nota será atualizada assim que houver novidades, então fique ligado por aqui e não perca nenhum detalhe!

19 de fevereiro – Alfa Romeo C39

Pilotos: Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi

Pouco antes do início dos testes nesta quarta-feira (19), a Alfa Romeo fez a apresentação oficial de seu modelo C39, desenvolvido pelo Grupo Sauber, e sua equipe, que manteve os titulares Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi, e que agora ainda conta com os reservas Robert Kubica e Tatiana Calderon.

O novo carro já tinha sido mostrado em algumas fotos durante um shakedown na semana passada, porém, sem ainda a pintura definitiva, que mantém as cores da marca de carros italiana.

Projetado por Jan Monchaux, o C39 é bem diferente de seu predecessor, com linhas mais agressivas no bico, novidades no desenho de aletas laterais e tampa do motor.

17 de fevereiro – Racing Point RP20

Pilotos: Lance Stroll e Sergio Pérez

Em sua segunda temporada como Racing Point, e possivelmente a última, a equipe liderada pela família Stroll apresentou nesta segunda-feira (17) o novo RP20.

A equipe tem agora um novo patrocinador principal no nome, que aparece de forma mais proeminente na pintura rosa e branca, depois de anos, desde os tempos de Force India, como um parceiro comercial.

O objetivo principal para 2020, segundo chefe de equipe, Otmar Szafnauer , é voltar a ser quarto colocado no campeonato de construtores.

“No ano passado tivemos um ano difícil, terminamos em sétimo, no final do pelotão intermediário, mas este ano queremos subir para onde podemos estar normalmente”, explicou.

17 de fevereiro – Williams FW43

Pilotos: George Russell e Nicholas Latifi

Sair do buraco. É tudo que a Williams quer e precisa em 2020. E neste contexto, a equipe de Grove apresentou nesta segunda-feira (17) o modelo FW43, projeto de Doug McKiernan.

Diferente do atraso de 2019, o carro até mesmo já foi para a pista em um shakedown nesta segunda-feira (17), em Barcelona.

Logo de cara, já podemos apontar diferença no layout de cores, com um vermelho mais presente e o azul com tom mais escuro acompanhando as linhas do carro.

Na parte aerodinâmica, o próprio time admite que fez apenas ajustes no carro em relação ao de 2019. A suspensão também recebeu uma versão atualizada com novidades.

E por que uma aposta assim após um fracasso tão retumbante? Os engenheiros do time acreditam que o começo atrasado e depois a falta de recursos para acompanhar a evolução dos rivais foi o principal problema em 19. Por isso, desta vez, chegando na pré-temporada com carro já pronto e um desenvolvimento mais refinado, eles acreditam que resolveram os principais problemas para que Russell e o novato Latiffi possam pelo menos brigar junto do sempre embolado pelotão intermediário.

14 de fevereiro – Mercedes W11

Pilotos: Lewis Hamilton e Valtteri Bottas

Chegou a vez da atual dominadora da F1. A Mercedes apresentou a W11, modelo com que espera chegar ao seu sétimo título de construtores consecutivo e levar Lewis Hamilton ao recorde de vitórias da F1 (está sete atrás de Schumacher) e igualar o de títulos, também do heptacampeão alemão.

A W11 foi lançada ao público em imagens e depois realizou um shakedown com seus dois pilotos em Silverstone. O carro é uma evolução do modelo de 2019, com ajustes principalmente nas entradas de ar laterais e na asa dianteira.

Ainda se espera, no entanto, que a equipe alemã tenha dois pacotes de atualizações até a primeira etapa do campeoanto, em Melbourne (um durante a pré-temporada e outro específico para o GP da Austrália).

Clique aqui para análise detalhada do modelo.

14 de fevereiro – AlphaTauri AT01

Pilotos: Pierre Gasly e Daniil Kvyat

A primeira AlphaTauri da história foi apresentada ao mundo. A equipe não é exatamente nova, já que é apenas a antiga Toro Rosso rebatizada pela sua proprietária, a Red Bull. Mesmo assim, a mudança marca uma nova era para o time.

A primeira diferença que salta aos olhos é novo laytout da pintura, bem diferente do que a Toro Rosso usava, agora com boa parte do carro em branco.

O novo modelo leva o nome de AT01 e, assim como a Red Bull, leva o novo motor Honda RA620H para a temporada 2020.

13 de fevereiro – McLaren MCL35

Pilotos: Carlos Sainz e Lando Norris

A McLaren mostrou seu novo carro para dar continuidade à boa impressão que deixou na temporada passada. O MCL35 será o primeiro modelo inteiramente assinado pelo projetista James Key em Woking, e, por isso, contará com novidades que não puderam ser aplicadas ao modelo de 2019.

Key destacou o perfil dos sidepods e da traseira mais estreita a fim de melhorar a compactação do câmbio e motor e aprimorar a aerodinâmica.

No ano passado, a McLaren foi a quarta colocada no Mundial de Construtores, e Carlos Sainz fechou o ano com o sexto lugar na tabela entre os pilotos.

12 de fevereiro – Red Bull RB16

Pilotos: Max Verstappen e Alexander Albon

Seguindo a tradição dos anos recentes, a Red Bull emendou o lançamento de seu novo carro com as primeiras atividades em pista no ano. A equipe austríaca apresentou o RB16 e já realizou seu primeiro shakedown, com Max Verstappen, em Silverstone.

Clique aqui para análise detalhada do modelo da Red Bull.

12 de fevereiro – Renault R.S.20

Pilotos: Daniel Ricciardo e Esteban Ocon

A Renault deixou certo clima de frustração no dia em que prometeu revelar seu novo carro, já que o modelo… não foi revelado. O time se limitou somente a mostrar alguns conceitos digitais do novo modelo, sem dar muitos detalhes de sua aparência.

As imagens mostram uma pintura majoritariamente preta, que deve ser utilizada pela equipe durante a pré-temporada. De resto, o evento realizado pela Renault serviu para fazer uma apresentação geral da equipe para 2020, com a oficialização de Guanyu Zhou, da F2, como novo piloto de testes, além da primeira aparição de Pat Fry como diretor técnico do departamento de chassis.

11 de fevereiro – Ferrari SF1000

Pilotos: Charles Leclerc e Sebastian Vettel

A Ferrari foi a primeira equipe a apresentar seu carro real para a temporada de 2020 – a nova SF1000. O time, que busca acabar com seu jejum de títulos e retornar ao topo da F1, apostou na evolução do carro do ano passado, apenas aprimorando algumas áreas específicas, como a compactação da parte traseira a fim de melhorar o desempenho aerodinâmico e a confiabilidade.

O nome do carro foi dado devido a uma ocasião especial: a equipe italiana, presente na F1 desde 1950, irá chegar aos 1000 GPs oficiais na categoria.

LEIA TAMBÉM: Ferrari aposta na compacta SF1000 para voltar ao topo

6 de fevereiro – Haas VF-20

Pilotos: Romain Grosjean e Kevin Magnussen

Assim como aconteceu no ano passado, a Haas foi a primeira a mostrar imagens de seu novo modelo, embora com a representação apenas digital. O time americano divulgou o conceito visual do VF-20, que tentará se recuperar após uma campanha apagada para a equipe no ano passado.

Do ponto de vista estético, o grande destaque é o retorno às cores habituais do time, com a predominância do branco, preto e vermelho – já que a antiga patrocinadora que pintou os carros de preto e dourado em 2019 se foi.

LEIA TAMBÉM: Entenda em detalhes a crise da Haas na F1 em 2019

 Comunicar Erro

Projeto Motor