McLaren desiste do GP da Austrália por causa do coronavírus

0

Enquanto a F1 não toma uma decisão definitiva sobreo GP da Austrália e outras etapas, a crise mundial do coronavírus avança. Nesta quinta-feira, a McLaren anunciou que não irá participar da prova após um integrante da equipe ter sido diagnosticado com o vírus.

Imediatamente após a decisão do time inglês, dirigentes da FIA, F1 e outros times entraram em reuniões para decidirem o que fazer. Isso apenas algumas horas antes do que seria o primeiro treino livre da temporada 2020.

Fique ligado em nossas redes sociais: 
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
Youtube – Projeto Motor
Instagram – @projetomotor

Durante os eventos de mídia da F1 na quinta-feira, jornalistas receberam pedidos para ficarem a pelo menos dois metros dos entrevistados e imagens de TV estão sendo feitas pela própria categoria para distribuição para emissores, evitando assim aglomeração de pessoas em torno de pilotos.

A situação acontece enquanto diversas outras ligas, esportes e campeonatos de automobilismo anunciam cancelamentos de eventos por todo o mundo para evitar eventos que possam facilitar a disseminação do coronavírus. A lista é enorme: Fórmula E (três etapas adiadas), WEC (cancelamento das 1.000 Milhas de Sebring), MotoGP (cancelamento das etapas de Losail e Austin), NBA, ATP de tênis, campeonatos de futebol, entre outros. Até mesmo o início das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo foram adiadas.

Muitos países estão fechando suas fronteiras. O governo americano resolveu colocar em quarentena qualquer pessoa que chegue da Europa Na Itália, o comércio, com exceção basicamente de farmácias e supermercados, está fechado.

Diante do cenário, autoridades australianas agora conversam com a F1 sobre o que fazer. Atualização sobre se o campeonato irá ou não começar deve acontecer a qualquer momento. O Projeto Motor seguirá com sua cobertura e trará informações durante todo o dia e você pode nos seguir aqui no site e em nossas redes sociais.


 Comunicar Erro

Lucas Santochi

Mais um fanático da gangue que criou vínculo com automobilismo desde a infância. Acampou diversas vezes nas calçadas ao redor de Interlagos para assistir aos GPs e nunca esqueceu a primeira vez que, ainda do lado de fora do autódromo, ouviu o barulho de F1 acelerando pela reta. Jornalista formado em 2004, passou por redações na época da TV Band e Abril, teve experiência na área de assessoria de comunicação esportiva até chegar ao site especializado em esporte a motor Tazio, em 2010. Passou pelas funções de redator, repórter (cobrindo diversas corridas no Brasil e exterior de F1, Indy, WEC, Stock Car, entre outras) e subeditor até o final de 2013, quando o veículo encerrou suas atividades. Trabalhou ainda como redator do UOL Esporte em 2014 até que decidiu se juntar com os outros três membros do Projeto Motor para investir na iniciativa.