Melhores de 2015: Análise sobre Gilles, o bi de Schumi e promessas pós-Senna

0

O Projeto Motor chega com mais um capítulo de nossa retrospectiva dos melhores posts publicados no site ao longo do ano de 2015. Como já se tornou tradição, trazemos três artigos produzidos por Lucas Berredo, Bruno Ferreira e Lucas Santochi.

Gilles Villeneuve: Por que um piloto instável e sem títulos é endeusado até hoje?  

Villeneuve: gênio ou superestimado? (Divulgação)
Villeneuve: gênio ou superestimado? (Divulgação)

Gilles Villeneuve não foi um dos pilotos mais bem sucedidos de sua geração, já que não passou de um vice-campeonato (1979), seis vitórias e apenas duas pole positions na F1. Mesmo assim, é um piloto amplamente idolatrado até hoje, frequentemente mencionado como um dos maiores da história. Lucas Berredo faz uma análise profunda sobre a carreira do canadense.

Bicampeonato comprovava: Schumacher era “o cara” da F1 pós-Senna

Vitória em Spa foi uma das mais importantes da campanha do bi (Divulgação)
Vitória em Spa foi uma das mais importantes da campanha do bi (Divulgação)

 Em 1995, Michael Schumacher não deixou dúvidas de que era o piloto a ser batido na F1. Na primeira temporada após a morte de Ayrton Senna, o alemão conquistou o bicampeonato em uma temporada de gala, no qual superou seus rivais de maneira categórica naquela que foi uma de suas melhores atuações na F1. Bruno Ferreira conta por que Schumacher teve campanha tão especial na F1 em 1995.

Série promessas brasileiras pós-Senna que não vingaram na F1

Nelsinho Piquet, piloto da China Racing na Fórmula E
Nelsinho Piquet teve passagem rápida pela F1

 De 1994 para cá, o automobilismo brasileiro revelou vários nomes promissores que, por diversos motivos diferentes, acabaram não rendendo na F1 como se esperava. Lucas Santochi analisa, em um especial de seis partes, as carreiras de nomes como Ricardo Zonta, Antônio Pizzonia, Lucas di Grassi, Nelsinho Piquet, entre outros:

Parte 1 – Ricardo Rosset e Ricardo Zonta
Parte 2 – Bruno Junqueira e Enrique Bernoldi
Parte 3 – Augusto Farfus e Antônio Pizzonia

Parte 4 – Nelsinho Piquet e Lucas di Grassi
Parte 5 – Bruno Senna e Sérgio Jimenez
Parte 6 – João Paulo de Oliveira e Mário Haberfeld

 Comunicar Erro

Projeto Motor