Os GPs de F1 do séc. XXI que mais tiraram o fôlego | 10+ Projeto Motor #32

8

“Ah, as corridas de antigamente…”. Quantas vezes não ouvimos os fãs mais nostálgicos dizendo essas palavras sobre a F1? E o famoso “Você não viu…”? Tudo bem, tudo bem, a categoria realmente tem um legado de grandes pegas, heróis, carros, pistas e várias outras coisas que são fantásticos que nos fazem gostar de tudo que ela carrega. Mas será que ela não mantém essas características?

Fique ligado em nossas redes sociais: 
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
Youtube – Projeto Motor
Instagram – @projetomotor

Claro, a F1 mudou. As tecnologias mudaram. A sociedade e sua forma de consumir entretenimento mudou. Mas isso não quer dizer que as provas não seguem emocionantes.

Imbuídos deste sentimento, resolvemos listar as melhores corridas do século XXI. Separamos 10, mas muitas outras poderiam ter entrado. Por isso, confira nossas opções e deixe sua opinião de quais etapas teriam potencial de entrar no ranking:

10 – GP DO AZERBAIJÃO DE 2017 (Baku)
Vencedor:Daniel Ricciardo (Red Bull)
Baku 2017O drama típico de um circuito de rua traiçoeiro fez com que a vitória flertasse com alguns pilotos naquele domingo. Houve toque e muita disputa por todo o pelotão, mas o grande momento foi a tão famosa sequência de colisões entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton. No fim, quem sorriu (literalmente) foi Ricciardo, com uma atuação precisa e oportunista. O pódio obtido por Lance Stroll dá uma dimensão do quão agitada foi aquela corrida.

9 – GP DA MALÁSIA DE 2016 (Sepang)
Vencedor: Daniel Ricciardo (Red Bull)
Malásia 2016Um dos ingredientes que tornam uma corrida interessante é a capacidade de proporcionar reviravoltas, e foi isso que Sepang teve aos montes em 2016. Um choque na largada parecia complicar a vida de Nico Rosberg na luta pelo título, mas uma quebra surpreendente de Lewis Hamilton deu de volta o alemão a vantagem. Ricciardo mais uma vez saiu por cima, mas sem antes ter de superar Max Verstappen em um duelo mano a mano de tirar o fôlego.

8 – GP DOS ESTADOS UNIDOS DE 2015 (Austin)
Vencedor: Lewis Hamilton (Mercedes)
Austin 2015O mau tempo bagunçou a programação do fim de semana e obrigou os pilotos a irem à corrida com menos quilometragem acumulada que o habitual. Isso, aliado a uma corrida disputada em um asfalto úmido, proporcionou disputas quase que o tempo inteiro. Rosberg teve uma corrida que misturou momentos de brilho com erros que custaram caro, e quem aproveitou foi Hamilton, que, com a vitória, cravou o tricampeonato.

7 – GP DA EUROPA DE 2007 (Nurburgring)
Vencedor: Fernando Alonso (McLaren)
Nurburgring 2007Outra corrida que se tornou um clássico com o toque de São Pedro. Um aguaceiro logo no início causou o caos, com o líder Kimi Raikkonen perdendo a entrada do box, uma sequência de aquaplanagens na Curva 1 e o estreante Markus Winkelhock na ponta com a modesta Spyker. O vaivém da chuva colocou Felipe Massa e Fernando Alonso em disputa franca pela vitória, e o espanhol levou a melhor com uma bela manobra. A “treta” pré-pódio foi a cereja do bolo de uma corrida que entrou para a história.

6 – GP DO CANADÁ DE 2011 (Montreal)
Vencedor: Jenson Button (McLaren)
Canadá 2011A jornada de Button em Montreal resume bem o quão movimentado foi aquele GP: um toque no companheiro de equipe, punição, uma nova colisão (agora em Alonso), pneu furado, lanterna do pelotão, a recuperação e… a vitória. De tudo um pouco aconteceu no GP do Canadá de 2011, e o triunfo do inglês – que, na última volta, desbancou um Vettel que até então dominava – representou o desfecho ideal em um evento tão movimentado quanto imprevisível.

5 – GP DO BRASIL DE 2003 (Interlagos)
Vencedor: Giancarlo Fisichella (Jordan)
Brasil 2003Mesmo encurtado (foram disputadas apenas 54 de 71 voltas), o GP do Brasil de 2003 conseguiu ter muitas reviravoltas. A chuva de Interlagos fez com que muitos favoritos ficassem pelo caminho logo de cara. Com um desempenho que oscilou do molhado para o seco, Rubens Barrichello ganhou terreno e parecia caminhar rumo à vitória em casa, mas uma pane seca colocou tudo a perder. A McLaren, então, ficou com a mão na vitória, até que uma série de acidentes provocou o fim prematuro da prova. Fisichella venceu, mas só foi informado disso mais de uma semana depois.

4 – GP da Bélgica de 2008 (Spa)
Vencedor: Felipe Massa (Ferrari)

Kimi Hamilton Spa 2008Uma corrida bastante movimentada, principalmente em seus minutos finais. Kimi Raikkonen parecia rumar para a vitória, que poderia lhe colocar de volta à briga pelo título, quando começou a cair uma chuva leve. Com a pista molhada, Lewis Hamilton partiu para cima do finlandês e os dois trocaram de posições diversas vezes nas últimas voltas. Em certo momento, o inglês passou por fora do traçado da chicane, devolveu a liderança ao piloto da Ferrari, mas o atacou novamente no final da reta dos boxes. A manobra foi considerada ilegal pelos comissários. Como a disputa continuou, Raikkonen perdeu o controle de seu carro e bateu. Com a punição a Hamilton após a bandeira quadriculada, Felipe Massa ficou com a vitória.

3 – GP do Brasil de 2012 (Interlagos)
Vencedor: Jenson Button (McLaren)

German Formula One driver Sebastian Vettel (C) slides after Bruno Senna (19) and  Kamui Kubayashi crash during the Brazil's F-1 GP first lap on November 25, 2012 at the Interlagos racetrack in Sao Paulo, Brazil.  AFP  PHOTO/SERGIO PEREZAlém de uma corrida bem agitada, ela ainda carregava toda a carga emocional de uma decisão de título na etapa final do ano. Fernando Alonso estava em posição bastante complicada e precisava marcar 14 pontos a mais que Sebastian Vettel. Só que logo na primeira volta, o alemão se envolveu em um acidente com Bruno Senna e caiu para a última colocação com o carro danificado. A chuva veio e foi embora algumas vezes durante a prova. Só que o espanhol da Ferrari em nenhum momento mostrou desempenho para brigar pela vitória com as McLaren. No final, precisando de ajuda do companheiro Felipe Massa, ele ainda terminou em segundo, mas com uma bela recuperação, o rival da Red Bull conseguiu o sexto lugar que lhe garantiu a taça.

2 – GP do Brasil de 2008 (Interlagos)
Vencedor: Felipe Massa (Ferrari)

SAO PAULO, BRAZIL - NOVEMBER 02:  Felipe Massa of Brazil and Ferrari leads from Jarno Trulli of Italy and Toyota, Kimi Raikkonen of Finland and Ferrari and Lewis Hamilton of Great Britain and McLaren Mercedes at the start of the Brazilian Formula One Grand Prix at the Interlagos Circuit on November 2, 2008 in Sao Paulo, Brazil.  (Photo by Paul Gilham/Getty Images)A verdade é que a corrida final de 2008 passou longe de ser uma corrida legal. Pelo menos durante 66 voltas, pois as últimas cinco foram muito provavelmente os giros mais eletrizantes da decisão de um título na história da F1 e isso já lhe valeu para estar aqui na segunda posição da lista. Felipe Massa liderou tranquilamente toda a prova enquanto Lewis Hamilton, precisando de um quinto lugar, administrou uma confortável quarta posição. Só que nas voltas finais a chuva veio, todos pararam menos as Toyotas. O inglês ainda cometeu um erro e perdeu a posição para Sebastian Vettel, caindo para sexto. O piloto da McLaren partiu para uma perseguição implacável, sem muito sucesso para cima do piloto da Toro Rosso. Só que, na volta final, a chuva apertou e Timo Glock, da Toyota, que seguia com pneus de seco, teve que diminuir muito o ritmo. Hamilton conseguiu a ultrapassagem na última curva para conquistar seu primeiro título mundial.

1 – GP do Japão de 2005 (Suzuka)
Vencedor: Kimi Raikkonen (McLaren)

Raikkonen e Fisichella na última volta do GP do Japão de 2005Uma corrida que contou com cinco líderes diferentes e que foi decidida na última volta, com uma ultrapassagem bastante arrojada de Kimi Raikkonen sobre Giancarlo Fisichella, da Renault. A prova foi provavelmente uma das melhores, senão a melhor, da carreira do finlandês, que em um dos circuitos mais técnicos do calendário, conseguiu uma recuperação incrível para sair da 17ª posição do grid para a vitória. De pano de fundo, diversas outras brigas incríveis marcaram o dia, como uma ultrapassagem magistral de Fernando Alonso sobre Michael Schumacher por fora na desafiadora 130R.

O que se passa com MAX VERSTAPPEN? | Debate Motor #113:

 Comunicar Erro

Projeto Motor