PMotor Entrevista #2 – Castroneves avisa: “Fico na Indy até ser campeão”

3

Na segunda edição do Projeto Motor Entrevista, Bruno Ferreira e Leonardo Felix bateram um papo, via Google Hangout, com o veterano Hélio Castroneves. O piloto da Penske e tricampeão das 500 Milhas de Indianápolis analisou a disputa pelo título da Indy na atual temporada e avaliou a eficiência (ou não) dos novos e polêmicos kits aerodinâmicos da categoria.

ENTREVISTAS, DEBATES E MAIS: curta o canal do Projeto Motor no YouTube!

Castroneves ainda analisou a situação mercadológica do maior campeonato de monopostos dos Estados Unidos e falou sobre o futuro na categoria. Ele avisa: “Vou seguir na Indy até realizar o sonho de ser campeão”.

Agora aperte o play e assista à entrevista com Hélio Castroneves no vídeo acima!

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • Gustavo Segamarchi

    Bruno e Leonardo,

    Primeiramente. Meus parabéns pela EXCELENTE e MARAVILHOSA entrevista com o Hélio Castroneves.

    Gostei bastante das explicações do Hélinho sobre os motores da Fórmula Indy, onde Honda e Chevrolet querem aplicar essas tecnologias nos seus carros de rua. Essas duas fabricantes querem um desenvolvimento constante para o futuro.

    Gostei também da explicação em que ele diz sobre as características dos kits aerodinâmicos da Chevrolet e da Honda. O Hélinho falou que a Chevrolet está levando vantagem e circuitos ovais, e a Honda está tendo vantagem em circuitos mais travados.

    Estou torcendo muito para o Helinho continuar na Penske após 2016, pois quanto mais tempo houver, mais chances de conquistar o título ele tem, e sem contar que já pode ser considerado um dos maiores pilotos da história da Fórmula Indy.

    Bruno, você saberia me responder duas coisas, por favor?

    1 – Você sabe se já há algum plano da Indy inserir os cockpits cobertos já em 2017, ou são só rumores e ainda não há um prazo totalmente definido?;

    2 – Aquelas proteções que têm nas rodas traseiras, são apenas para segurança para evitar que um toque do carro de traz faça o carro da frente decolar, ou tem algum caráter aerodinâmico, também?

    Grato;

    Um abraço a todos do Projeto Motor.

    • Fala, Gustavo! Obrigado pelos elogios!

      Quanto às suas perguntas: sinceramente não sei te informar sobre os planos da Indy em cobrir o cockpit de seus carros. Lembro que houve alguns rumores neste sentido em 2014, mas, de concreto, não me recordo de nada ter sido anunciado.

      Já em relação às proteções nas rodas, é um pouco dos dois. Eles acabaram adotando aquela peça justamente para evitar o “roda com roda” em ovais, algo que é perigosíssimo e que causou alguns acidentes como o do Kenny Brack, em Texas-2003, e do Ryan Briscoe, em Chicago-2005. Aí eles aproveitaram e também desenharam a peça de modo que contribuísse na eficiência aerodinâmica do carro.

      Abraços!

      • Gustavo Segamarchi

        Obrigado, Bruno!

        Um abraço.