PMotor Entrevista #3: Carsughi elege Fangio, Clark e Senna os melhores da F1

3

Claudio Carsughi é uma referência no jornalismo esportivo brasileiro. Ainda mais quando se fala em F1. Com uma experiência de mais de 65 anos na profissão, ele cobriu em 1950 o GP que inaugurou o Mundial, em Silverstone, e continuou acompanhando de perto por veículos como Jovem Pan e Quatro Rodas.

Com uma memória de dar inveja a qualquer marmanjo, o italiano radicado no Brasil conversou com a equipe do Projeto Motor sobre esta sua carreira cheia de grandes momentos para contar.

LEIA MAIS
Há 50 anos, Stewart vencia briga mais maluca já vista em um GP de F1
Como um espião antinazista quase se tornou o primeiro campeão da F1

No bate-papo, ele elegeu seus pilotos e carros preferidos da história da F1 (sem esconder o lado ferrarista) e lembrou as mortes de Ayrton Senna e Christian Heins como dois momentos marcantes que teve que enfrentar como jornalista.

“Eu estava conversando [por telefone]com meus colegas do jornal La Stampa, e um deles estava falando com a médica que estava atendendo o Senna. Ele me colocou para ouvir e a médica disse que o encefalograma era plano. Aí, não precisa ser médico para você chegar à conclusão que embora o coração ainda estivesse batendo, a pessoa tinha morrido. Eu estava aqui em casa, chamei a rádio para entrar e dizer: ‘Senna morreu’”, recordou.

Sobre a F1 atual, ele criticou o caminho que a categoria seguiu com regulamento que proíbe testes e diversas outras novidades técnicas que estão hoje em carros de rua e que não podem ser utilizados nos modelos do Mundial.

“Sou um severo crítico de toda regulamentação restritiva. A F1 é a cereja do bolo, o foco tecnológico mais avançado que você possa ter. E no momento que você restringe, e de forma drástica, porque hoje em dia você tem diversos materiais usados na indústria aeroespacial que não pode usar na F1. Em determinados momentos, aquele carro, o safety car, tem mais tecnologia embarcada que o F1. Isso é absolutamente negativo.”

Assista à entrevista de Claudio Carsughi ao Projeto Motor no vídeo acima.

Confira outras entrevistas do Projeto Motor:
PMotor Entrevista #1: Bruno Senna fala de Fórmula E e ex-companheiros Maldonado e Bottas
PMotor Entrevista #2 – Castroneves avisa: “Fico na Indy até ser campeão”

 Comunicar Erro

Projeto Motor

Automobilismo além da notícia!

  • Frank Rock

    Quem manja, manja! #carsughimaniadoorkut

  • Vicente Camara

    Parabéns pela entrevista. O Carsughi é um dos poucos jornalistas com propriedade para falar sobre a Fórmula 1. Por que vocês não convidam ele para escrever uma coluna semanal aqui no Projeto Motor sobre histórias do circo da F1? Outra sugestão, fazer uma entrevista/reportagem sobre os brasileiros que trabalharam na F1 (engenheiros/mecânicos). A gente sempre fica sabendo dos pilotos, mas e esse pessoal que fica nas garagens? Parabéns pelo site de vocês!

    • Obrigado, Vicente! Realmente o Carsughi entende do assunto como poucos, e tomara que a gente consiga vê-lo mais vezes por aqui. Suas outras sugestões também são muito boas! Muito obrigado por sua participação. Abraço!