Nova era multimarca da Stock Car leva Barrichello para Argentina

0

Na última segunda-feira (03), a Toyota anunciou em Buenos Aires que Rubens Barrichello irá participar da temporada completa da Super TC2000 na Argentina. A ação acontece menos de dois meses depois da equipe do ex-F1 na Stock Car, a Full Time, ter divulgado não só que irá competir com o carro da marca japonesa no Brasil como também terá um de seus pilotos oficiais no campeonato nacional em 2020.

Tudo isso vem em linha com o novo momento multimarca da Stock Car, que nesta próxima temporada não só passará a contar com uma disputa entre Toyota e Chevrolet, como também terá um novo carro. O modelo, ao contrário do que se teve nas últimas duas décadas, fará uma adaptação do monobloco original dos veículos de rua das montadoras na base de competição que é produzida pela fabricante da competição nacional, a empresa JL (Giaffone Racing), e deixa as carenagens de fibra de carbono para voltar aos veículos de lata.

Fique ligado em nossas redes sociais: 
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
Youtube – Projeto Motor
Instagram – @projetomotor

Esse movimento foi realizado pela Stock Car para aproximar a aparência dos modelos de rua e de corrida e assim estimular a participação das montadoras. Em outros momentos, a competição chegou a ter marcas participando, porém, apenas adaptando as carenagens.

E com a entrada mais decisiva das fabricantes automotivas no campeonato, veio um outro pedido. Muitas delas, incluindo Chevrolet e Toyota, possuem presença forte com participação oficial na Argentina. Por isso, segundo o diretor-executivo da Vicar, promotora da Stock Car, elas requisitaram uma aproximação entre as principais competições dos dois países para otimizar seus investimentos.

Barrichello ao lado de pilotos e dirigentes da Toyota Gazoo Racing Argentina em evento da equipe da Super TC2000
Barrichello ao lado de pilotos e dirigentes da Toyota Gazoo Racing Argentina em evento da equipe da Super TC2000 (Foto: Super TC2000)

Em conversa em dezembro com um grupo de jornalistas do qual o Projeto Motor fez parte, Col até indicou uma mudança já para a Corrida de Duplas de 2020, em que devemos ver mais convidados argentinos nos carros da Stock Car.

“Como estamos neste projeto multimarcas e as duas montadoras envolvidas, a Chevrolet e a Toyota, também estão presentes no automobilismo sul-americano, mais especificamente argentino, eles me pedem para eu promover um pouco mais a aproximação do automobilismo brasileiro e argentino. Fazer uma integração maior. Então, uma das premissas é que tenhamos preferencialmente pilotos convidados argentinos e obviamente pilotos que defendem suas marcas lá venham fazer parcerias que defendem a mesma marca aqui”, explicou.

A estratégia também prevê uma mudança no próprio formato da corrida. Ausente do calendário em 2019, ela foi realizada nos outros anos seguindo a duração de outras etapas da Stock Car, porém, sem a rodada dupla. Ou seja, apenas uma prova de 40 minutos, o que deixava pouco tempo tanto para os pilotos convidados como os titulares na pista. E a anova posta deve ser inspirada justamente em uma prova do país vizinho.

“Provavelmente vai chamar 200 km de Goiânia. Por que existe o tradicional 200 km de Buenos Aires, que vai ser o repeteco dessa história. Ou seja, lá vamos também enxertar muitos pilotos brasileiros da Stock Car para formar duplas com argentinos nos 200 km de Buenos Aires. É para fazer essa dobradinha”, disse Col.

“200 km é limitado no regulamento deles a 90 minutos de prova. O que ocorrer primeiro. Nós, como fazemos duas corridas aqui de 40 minutos, já corremos 80. Então já estamos bem próximos. Quando fazíamos a Corrida de Duplas, fazíamos mais curta. Ela vai ser mais longa. É até para justificar o convidado, que vem de longe, para participar e ter uma participação mais efetiva”, seguiu.

Alguns dias depois desta conversa, Matías Rossi, conhecido na argentina como “Míssil”, foi anunciado pela Full Time. O Projeto Motor fez uma entrevista exclusiva com o piloto, tetracampeão na Argentina, sobre a participação dele na Stock Car.

Agora, um dos principais nomes da categoria brasileira, Barrichello completou essa primeira parte do intercâmbio Brasil-Argentina previsto para ser cada vez mais forte nas próximas temporadas.

“Estou muito contente em aumentar meu envolvimento com a Toyota ao entrar na equipe Toyota Gazoo Argentina para participar da Super TC2000. É uma categoria que sempre prestei atenção e que tem muitos bons pilotos, então, não tenho dúvida que será um grande desafio para mim”, declarou o brasileiro, segundo comunicado da empresa.

Ainda existem problemas para serem resolvidos no calendário das duas categorias por conta de coincidências de datas, porém, como ambas estão se beneficiando não só da promoção extra como do envolvimento das marcas, é bem possível que tudo seja resolvido nas próximas semanas. Um evento conjunto, em Santa Cruz do Sul, em julho, está nos planos.

A Corrida de Duplas da Stock Car, que abre a temporada 2020, está prevista para 29 de março, em Goiânia. A Super TC2000 tem previsão de começar sua época um pouco antes, em primeiro de março.


 Comunicar Erro

Lucas Santochi

Mais um fanático da gangue que criou vínculo com automobilismo desde a infância. Acampou diversas vezes nas calçadas ao redor de Interlagos para assistir aos GPs e nunca esqueceu a primeira vez que, ainda do lado de fora do autódromo, ouviu o barulho de F1 acelerando pela reta. Jornalista formado em 2004, passou por redações na época da TV Band e Abril, teve experiência na área de assessoria de comunicação esportiva até chegar ao site especializado em esporte a motor Tazio, em 2010. Passou pelas funções de redator, repórter (cobrindo diversas corridas no Brasil e exterior de F1, Indy, WEC, Stock Car, entre outras) e subeditor até o final de 2013, quando o veículo encerrou suas atividades. Trabalhou ainda como redator do UOL Esporte em 2014 até que decidiu se juntar com os outros três membros do Projeto Motor para investir na iniciativa.