O que ainda está em jogo na F1 em 2019?

0

Com o título de pilotos em favor de Lewis Hamilton e de construtores para a Mercedes decididos, a F1 chega a Brasil com pouco a decidir nas posições importantes. Mesmo assim, ainda há o que ficar de olho nas últimas duas etapas.

Para começar, a disputa pelo terceiro lugar no campeonato. É verdade que normalmente uma posição assim pouco importa, mas por outro lado questões de imposição por poder podem esquentar a briga. Dentro da Ferrari, por exemplo, claro que Charles Leclerc quer ficar à frente de Sebastian Vettel em sua primeira temporada pelo time de Maranello e apenas segunda na F1.

Fique ligado em nossas redes sociais: 
Twitter – @projetomotor
Facebook – Projeto Motor
Youtube – Projeto Motor
Instagram – @projetomotor

Por outro lado, o alemão não quer reviver a mesma experiência que teve em 2014, quando foi batido por Daniel Ricciardo, recém-chegado na Red Bull. Para o tetracampeão, manter um mínimo de poder dentro da Ferrari seria importante terminando na frente do campeonato.

Entre eles, Max Verstappen e a Red Bull querem obviamente mostrar a evolução e terminar com o terceiro lugar de pilotos. Com o campeonato de construtores perdido por conta do desempenho abaixo dos companheiros do holandês, a equipe austríaca vê em seu primeiro piloto a chance perfeita de bater de alguma forma os italianos.

Além disso, seria uma oportunidade incrível para a Honda de mostrar na tabela de pontuação a sua evolução em relação aos últimos anos, agora em parceria com o time austríaco.

Quem larga na frente em 2020

Com um regulamento que muda pouco para a próxima temporada, novidades devem ser testadas e assim já podemos começar a sentir primeiras indicações de quem tem potencial para evoluir no carro do próximo ano.

Coloque na receita o fato de que em 2021, a F1 terá uma enorme mudança em seus carros. Por isso, muitas equipes devem preferir durante a próxima temporada focar no desenvolvimento do novo conceito em vez de insistir na base de um modelo que não servirá mais para os campeonatos por vir.

Sendo assim, em 2020, muito da base de 19 deverá ser utilizada e assim, essas duas últimas etapas, no Brasil e Abu Dhabi, devem servir para o que os times pretendem.

Quer mais? Assista ao vídeo no alto deste texto, ou diretamente no nosso canal no Youtube, e confira outros motivos para ficar de olho no GP do Brasil e de Abu Dhabi.


 Comunicar Erro

Projeto Motor